MODA: Bibi acompanha alta nas exportações de calçados, que cresceram 67% no 1º semestre deste ano


 De janeiro a junho deste ano, a marca registrou um aumento de 42% (em dólares) nas exportações

 

As exportações de calçados seguem em tendência de alta. Dados divulgados pela Abicalçados (Associação Brasileira das Indústrias de Calçados) apontam que, entre janeiro e junho, as exportações do setor somaram 75 milhões de pares, que geraram US$ 651,6 milhões, incrementos de 31,3% em volume e de 67,5% em receita no comparativo com o primeiro semestre de 2021. Segregando apenas o mês de junho, as exportações somaram 10,7 milhões de pares e US$ 112,9 milhões, altas tanto em volume (+37,6%) quanto em receita (+72,5%) na relação com o mesmo mês do ano passado.

 

Acompanhando esse bom momento do setor em questão, temos a Caçados Bibi. A marca infantil conta com uma produção anual de calçados nos parques fabris localizados em Parobé, no Rio Grande do Sul, e Cruz das Almas, na Bahia, de mais de 2,5 milhões de pares, sendo que 22% são destinados à exportação para os mais de 70 países atendidos pela empresa. No primeiro semestre deste ano, a marca registrou um aumento de 42% (em dólares) nas exportações, se comprarmos com o mesmo período de 2021.

 

No caso da Bibi, a escolha dos mercados-alvo se deu por meio de estudos regionais, para que fosse possível entender os pontos fortes e oportunidades da rede infantil, analisando dados de consumo e barreiras tarifárias, além do reconhecimento da marca e produtos pelos consumidores e varejo local. Além de investir na exportação de calçados para os cinco continentes para multimarcas, após alguns anos a Bibi iniciou a internacionalização via franquias para países da América Latina, fator este que contribui para que a produção nacional de calçados para exportação não sofra grandes alterações. Essa análise da estratégia a ser adotada acaba sendo um diferencial da marca, e se torna o fator decisivo tanto para a expansão da rede no exterior quanto para a escolha dos países que são estratégicos.

 

"Vemos a expansão do varejo no mercado internacional como uma evolução natural ao nosso processo de internacionalização. Iniciamos as exportações nos anos 70, com a fabricação e comercialização de produtos private label para o exterior. Nos anos 90, demos os primeiros passos para a segunda fase de internacionalização, em que começamos a levar a Bibi aos mercados internacionais, com design e marca própria. Hoje, tendo a marca já consolidada em diversos mercados, exportando para mais de 70 países, buscamos a expansão da nossa rede de lojas também no exterior, iniciando com a implantação de franquias em países da América Latina para, em seguida, ingressar em outros mercados por meio dos nossos modelos de negócios", finaliza Mateus Giaretta, gerente de exportação da Calçados Bibi.

 

Sobre a Calçados Bibi

Promover o desenvolvimento natural e saudável para o público de 0 a 9 anos é uma das premissas básicas da Calçados Bibi. A marca é pioneira e líder em desenvolver produtos a partir de pesquisas e estudos científicos. Conquistou reconhecimento do setor a partir do desenvolvimento dos calçados atóxicos, fisiológicos e da tecnologia da exclusiva palmilha Fisioflex Bibi, que proporciona a sensação de andar descalço. Com o propósito de fazer o bem para gerar boas lembranças, a Bibi, fundada em 1949 e referência no mercado de calçados infantis, visa o incentivo às práticas sustentáveis, o estímulo ao desenvolvimento saudável das gerações futuras, e o cumprimento das suas responsabilidades sociais para a construção de um mundo melhor. Com fábricas em Parobé (RS) e em Cruz das Almas (BA), produz mais de 2 milhões de pares ao ano. Presente em mais de 70 países nos cinco continentes, no Brasil está em mais de 3.500 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e de uma rede de franquias com 150 lojas. A empresa é a primeira calçadista certificada pelo Selo Diamante de Sustentabilidade, que atesta o compromisso com as iniciativas nos processos industriais, bem como o desenvolvimento de ações em sintonia com os pilares estabelecidos pelo programa de Origem Sustentável: Ambiental, Econômico e Social.

 



FAÇA PARTE DA MAIOR REDE DE DIVULGAÇÃO NA INTERNET !







SAIBA COMO GANHAR DINHEIRO NA INTERNET



MAIS ACESSADAS NO SITE::

MODA: Bruna Marquezine aparece com novas cores do PUMA Mayze

Tricot é tendência para 2022; saiba como usar e fazer looks arrasadores

Moda sustentável: Qual a importância dela na atualidade ?

Supermodelo brasileira Lais Ribeiro usa óculos da Carolina Herrera