ENTRETENIMENTO: Mel Duarte participa da 3ª edição do Recortando Palavras durante a 21ª FIL

Alunos da rede pública de ensino, participantes do projeto de produção de fanzines e caricaturas, terão o encontro presencial com a escritora Mel Duarte no dia 24 de agosto, no palco do Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto

A 3ª edição do Recortando Palavras, projeto que faz parte das atividades da 21ª edição da FIL – Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto, que acontece de 20 a 28 de agosto de forma híbrida, chega em sua 3ª edição neste ano. Com o objetivo de incentivar o potencial criativo dos estudantes da rede pública de ensino, através da produção de fanzines e caricaturas, o Recortando Palavras desta edição terá como inspiração da escritora Mel Duarte. O encontro com a autora acontecerá no Theatro Pedro II, no dia 24 de agosto, às 14h.


O Recortando Palavras estabelece o diálogo entre os quadrinhos, fanzines, literatura e a educação, além de incentivar o desenvolvimento criativo dos alunos participantes e desenvolver novas formas de didáticas e multidisciplinares com os professores. "A Fundação do Livro Leitura, organizadora do evento, tem trabalhado com a maior diversidade de linguagens literárias para fomentar a literatura. O fanzine tem cumprido uma importante função de chamar a atenção para a arte literária em uma forma mista com outras artes", comenta Adriana Silva, curadora da FIL e vice-presidente da Fundação.


A autora escolhida, referência e inspiração aos professores e alunos, Mel Duarte, é também poeta, slammer e produtora cultural, e tem como propósito em suas literaturas, as palavras serem ferramentas para a transformação social.


Desde o primeiro ano do projeto, em 2019, o número de participantes vem aumentando. Esse movimento, de interesse, segundo Adriana Silva, deve ser visto como um mapa apontando os caminhos para a aproximação entre a literatura e a juventude escolar. "Vamos criar uma geração de fanzineiros, isso seria ótimo. Todo meio de expressão em momentos tão difíceis deve ganhar destaque", destaca.


Quadrinhos que educam


O Recortando Palavras nasceu em 2019, como uma das diversas atividades que compõem a Feira Internacional do Livro. Porém, entre 2016 e 2017, os fanzineiros Arnaldo Neto, Angelo Davanço e João Francisco Aguiar, começaram a chamar a atenção de jovens nos salões da FIL. Em 2018, a comissão da Feira se reuniu com os fanzineiros e surgiu o Recortando Palavras – inspirados pela organização e padrões do Combinando Palavras. Desde o primeiro ano, o projeto já reuniu cerca de 1.800 alunos, 44 professores e 41 escolas de Ribeirão Preto e região metropolitana.


A palavra fanzine surgiu como resultado da contração dos termos em inglês fanatic e magazine, ou seja, consiste basicamente em uma revista feita por fãs. Sendo um meio de comunicação alternativo que existe desde a década de 1930, originado nos Estados Unidos, e que faz o uso livre da criatividade.


Além das formações presenciais direcionadas aos professores e realizadas durante este primeiro semestre, a Fundação do Livro e Leitura oferece uma potente ferramenta pedagógica para auxiliar professores e alunos: o site Livro Vivo. Trata-se de uma plataforma digital que centraliza propostas pedagógicas, informação sobre os autores e sua obra, videoaulas e outros conteúdos que servem de apoio a todas as etapas do projeto. "De forma gratuita, a plataforma oferece vídeos, textos, entrevistas, jogos e videoaulas, além de uma área exclusiva para professores – o Baú de Ideias - com propostas pedagógicas para o projeto", explica Adriana Silva.


Para participar do Recortando Palavras'', cada unidade escolar se inscreveu na plataforma digital da Fundação e terá até o dia 30 de junho para entregar os trabalhos. O projeto é uma realização da Fundação do Livro e Leitura e da Diretoria de Ensino - Região de Ribeirão Preto. No dia 24 de agosto, durante a FIL – Feira Internacional do Livro, os alunos terão um contato direto e ao vivo com a autora Mel Duarte, que estará presente no palco do Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto.

 



Sobre a autora

Mel Duarte nasceu na primavera de 1988 em São Paulo. É escritora, poeta, slammer, produtora cultural e atua com literatura desde 2006. Possui cinco livros publicados é a primeira poeta negra brasileira a lançar um disco de poesia falada, "Mormaço- Entre outras formas de calor". Seus livros são: "Fragmentos Dispersos", "Negra Nua Crua" – que foi traduzido para o espanhol, "As bonecas da vó Maria", "Querem nos calar: Poemas para serem lidos em voz alta", "A descoberta de Adriel" e, o mais recente, "Colmeia: Poemas reunidos".

 

Sobre a FIL

A FIL será realizada de 20 a 28 de agosto de 2022, com cerimônia de abertura no dia 19 de agosto, de forma híbrida, ou seja, presencial em vários locais de Ribeirão Preto e transmitida ao vivo através da plataforma oficial da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, organizadora do evento. 

 

Nesta 21ª edição, que tem o tema "Do Caburaí ao Chuí: a força da literatura brasileira", a FIL contará com diversas atividades culturais, literárias e artísticas, durante 10 dias. Os homenageados são: Ariano Suassuna (escritor), Carolina Maria de Jesus (escritora), Daniel Munduruku (autor infantojuvenil), Magda Soares (autor educação), João Augusto (autor local), Isaac Peres (patrono) e Isabel Cassanta (professora).

A feira consagrou-se como um dos maiores eventos culturais do país: com 21 anos de história e 20 edições realizadas, já reuniu mais de 3 mil escritores e convidados reconhecidos internacionalmente. Nas edições presenciais, a FIL recebe, em média, um público de 183 mil pessoas e já chegou a oferecer mais de 300 atividades por edição, além de atender mais de 15 mil estudantes.

No ano passado, o evento foi realizado em formato 100% digital, em função do avanço do Coronavírus (Covid-19) no país. Nesta primeira edição on-line, alcançou 30 mil pessoas, em 27 países, em 110 horas de programação.

 

Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Com uma trajetória sólida, projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 21 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da FIL, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação do Livro e Leitura se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.

 




FAÇA PARTE DA MAIOR REDE DE DIVULGAÇÃO NA INTERNET !







SAIBA COMO GANHAR DINHEIRO NA INTERNET




MAIS ACESSADAS NO SITE::

MODA: Bruna Marquezine aparece com novas cores do PUMA Mayze

Tricot é tendência para 2022; saiba como usar e fazer looks arrasadores

Moda sustentável: Qual a importância dela na atualidade ?

Supermodelo brasileira Lais Ribeiro usa óculos da Carolina Herrera