SAÚDE: Natali Gutierrez fala sobre sexo na maturidade


Natali Gutierrez
Iara Morselli

A sexóloga comenta sobre o tema, após a atriz Eliane Giardini, 69, falar sobre o uso de vibradores, em entrevista

Em recente entrevista à Veja, Eliane Giardini, 69 anos falou sobre o uso de vibradores, questionada sobre se estava solteira ou comprometida, a atriz respondeu "Não, mas permaneço atenta." De qualquer forma, ressalta, existem outras eficientes maneiras de se "exercer o sexo o tempo todo". "Vibradores, por exemplo: sabendo usar, não vai faltar bem-estar" finalizou.


Pode até não parecer, mas o sexo na maturidade e ouso de sextoys, ainda são alguns dos tabus quando o tema é sexualidade. Seja para as mulheres, que passam por mudanças no corpo - como a chegada da menopausa e outras alterações hormonais; como para os homens, que começam a se deparar com alterações no tempo de ereção peniana, redução da testosterona (hormônio que está atrelado diretamente como apetite sexual), entre outras mudanças, tudo pode ser analisado para uma melhor conexão com o prazer.


Mas o sexo após 50 anos não precisa ser um bicho de sete cabeças.  A sexóloga Natali Gutierrez, nome à frente da Dona Coelha, fala sobre o tema e dá dicas para quem ainda quer uma vida sexual ativa e prazerosa. O primeiro passo é ter respeito mútuo e buscar novas formas de prazer, compreender as suas mudanças e de suas parcerias.


"Nessa fase todos passam por muitas transformações, então o principal para manter usa vida sexual ativa é se respeitar e entender que você mudou e provavelmente seu parceiro também. Outro aspecto importante a ser levado em consideração são os problemas de saúde que acarretam com a idade, como problemas cardiovasculares e diminuição dos hormônios. Por isso, garanta que todos os exames estejam em dia e sempre busque um especialista para ter a saúde sempre 100%", comenta Natali.


Natali destaca alguns pontos que são importantes para manter uma vida sexual ativa na maturidade:


Sexo não é só penetração:

O nosso corpo é cheio de pontos sensíveis ao toque, desde uma carícia nos lábios até uma massagem estimulante são capazes de proporcionar sensações muito prazerosas. Para estimular ainda mais a relação, sugiro os óleos massageadores com aromas e cheiros estimulantes e, para as vaginas, uma boa dica é o uso os vibradores líquidos que são produzidos especialmente para lubrificar a região e ainda promover sensações diferentes como pulsação.


Novas experiências sexuais à dois

A melhor parte do decorrer da vida são as possibilidades de viver novas histórias, adquirir experiências inesquecíveis e conhecer gostos que jamais imaginaríamos ter. Como nós já sabemos, ter a vida sexual ativa não depende da idade, por isso, atualmente existem sextoys perfeitos para aqueles que desejam apenas um estímulo novo. Se você sentir vontade e curiosidade de conhecer outros produtos estimulantes, vale a pena buscar brinquedos sexuais para aumentar o prazer e ainda descobrir novas sensações, como os vibradores para as mulheres e, para os homens que sentem dificuldade em controlar a ejaculação, o anel peniano.


Orgasmo na maturidade

O orgasmo na terceira idade ainda é um assunto considerado tabu, afinal, como nessa idade algumas pessoas têm disfunção erétil e outras sofrem com problemas acarretados pela menopausa, é possível ter orgasmo? A dúvida é quase inevitável. Mas, saiba que muitas pessoas tiveram seu primeiro orgasmo na terceira idade, isso porque nessa fase elas têm o autoconhecimento e sabem o que funciona com o próprio corpo. Nesse momento também, as pessoas mais maduras se sentem mais confortáveis com a pessoa com que se relaciona.






Natali Gutierrez
Iara Morselli







SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS







MAIS ACESSADAS NO SITE::

MODA: Bruna Marquezine aparece com novas cores do PUMA Mayze

Tricot é tendência para 2022; saiba como usar e fazer looks arrasadores

Moda sustentável: Qual a importância dela na atualidade ?

Supermodelo brasileira Lais Ribeiro usa óculos da Carolina Herrera