Renner e Youcom lançam primeiras calças jeans 100% rastreadas por blockchain no Brasil, em parceria com Abrapa

Por meio de QR Code, tecnologia permite que o consumidor acesse informações sobre a origem certificada do algodão usado nas peças e todo o processo de produção percorrido pelas roupas antes de chegarem às lojas
 

Crédito: Lojas Renner/Divulgação


A Lojas Renner, maior varejista de moda omni do Brasil, e a Youcom, sua rede especializada em vestuário para o público jovem, lançam as primeiras peças em jeans do país 100% rastreadas usando blockchain. A tecnologia permite o acompanhamento de todo o ciclo produtivo, do cultivo do algodão à fabricação das roupas.
 

Os lançamentos são resultado de uma parceria com a Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão) por meio do programa SouABR (Sou de Algodão Brasileiro Responsável), que rastreia desde as fazendas certificadas, onde a matéria-prima é produzida, até a entrega do produto final ao consumidor. A entidade ainda foi responsável, junto com a startup Ecotrace, pelo desenvolvimento desta solução de rastreabilidade digital voltada ao setor têxtil, incluindo fiação, tecelagem, confecção e varejo.
 

"Este projeto mostra que é possível conciliar moda, inovação e sustentabilidade para dar maior transparência ao processo produtivo de ponta a ponta, ao mesmo tempo em que nos permite engajar e influenciar positivamente os fornecedores e parceiros do nosso ecossistema. Com isso, reforçamos nosso compromisso com a moda responsável e permitimos que os clientes façam escolhas cada vez mais conscientes", diz o diretor de Produto da Lojas Renner, Henry Costa.
 

"Em 2012, foi criado um protocolo único de certificação para as fazendas produtoras de algodão do Brasil. É uma jornada longa conseguir levar essa certificação até a palma da mão do consumidor, que está mais exigente. Com o programa SouABR, entregamos o que ele pede: responsabilidade socioambiental e rastreabilidade", afirma o presidente da Abrapa, Júlio Cézar Busato.
 

Mais transparência e confiança para o consumidor

Nesta etapa do projeto, a Renner lançou, no final de maio, três modelos de calça jeans feminina. No caso da Youcom, são dois modelos de calça jeans feminina que começam a ser vendidos na segunda quinzena de junho. As duas marcas terão as peças no e-commerce e também em lojas físicas de praças selecionadas.
 

A tecnologia blockchain criptografa e registra os dados de forma distribuída, garantindo a sua autenticidade e impedindo qualquer alteração. Isso significa que as informações inseridas por todos os fornecedores envolvidos na cadeia têxtil daquela peça são digitalizadas e auditáveis. A partir daí, essa trajetória pode ser acessada por meio de um QR Code impresso nas etiquetas, que irá remeter a uma landing page. Além das fazendas produtoras de algodão, as empresas que participaram do projeto junto à Renner e à Youcom são a Vicunha Têxtil, nas etapas de fiação e tecelagem, e a Ease Confecções, na fabricação do produto final.
 

"Com esta ação pioneira, não só garantimos que a peça foi produzida em linha com boas práticas socioambientais, como também damos ampla visibilidade ao nosso cliente. Antes de chegar ao guarda-roupa das pessoas, cada peça já terá toda sua história devidamente registrada", comenta Henry Costa.
 

A certificação fornecida pela Abrapa às fazendas de algodão possui 183 itens de verificação, distribuídos em oito frentes, incluindo, por exemplo, contrato de trabalho e condições dignas; veto a qualquer tipo de discriminação; segurança e saúde dos trabalhadores; e boas práticas de preservação ambiental.
 

Nova etapa na estratégia de sustentabilidade da Renner

Os lançamentos da Renner e da Youcom integram a estratégia de sustentabilidade das duas marcas que, desde 2019, já desenvolviam testes de rastreabilidade com resultados animadores quanto ao potencial de engajamento do setor.
 

Agora, a Lojas Renner S.A. tem a ambição de, até o ano de 2030, alcançar 100% de rastreabilidade dos produtos de algodão, além de avançar na rastreabilidade das demais matérias-primas têxteis. O objetivo é parte do novo ciclo de compromissos públicos da Companhia, que já conquistou resultados significativos nos últimos anos na área de sustentabilidade, implementando soluções inovadoras para o desenvolvimento e a geração de valor de todo o seu ecossistema de moda responsável.
 

Como parte desta evolução, a Renner atingiu, no final do ano passado, a marca de 81,3% das suas peças de vestuário com menor impacto ambiental e 99,15% dos produtos de algodão com matéria-prima certificada. Desde 2018, a Renner conta com o selo Re e, desde de 2020, a Youcom tem o selo YC Change, para estimular o consumo consciente e identificar os itens fabricados com algum atributo de sustentabilidade.

 


Ganhe uma Consultoria Grátis com Atendimento Online:






SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS





MAIS ACESSADAS NO SITE::

Moda sustentável: Qual a importância dela na atualidade ?

Tricot é tendência para 2022; saiba como usar e fazer looks arrasadores

Artistas e mundo da moda multiplicam possibilidades e ganhos no metaverso